Teatro de Nova York é erguido 9 metros para adicionar andares extras

O Palace Theatre, um dos múltiplos teatros da Broadway, é um marco histórico para a cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Desde 1913, o teatro, com 1.700 lugares, ocupava a maior parte do piso térreo da esquina entre a West 47th Street e a Broadway, atraindo centenas de visitantes por semana para ver diversos musicais.

Mas oferecer apenas teatro ao vivo estava sufocando uma fonte de receita ainda maior: as dezenas de milhões de turistas que lotam a Times Square em um ano típico, ansiosos para gastar dinheiro em lojas.

Para aproveitar parte dessa receita potencial, desenvolvedores criaram o projeto TSX, fazendo acordos com a proprietária do teatro para elevar o Palácio e preencher um vazio com três andares de um novo espaço comercial, parte de 10 andares de varejo na torre.

No entanto, para realizar tal tarefa, a equipe de engenharia teve que elaborar um plano para elevá-lo em três andares e adicionar mais espaço de varejo, tudo cuidadosamente planejado para não mexer no famoso Palácio do teatro.

O Palácio, que vale cerca e 14 milhões de libras, é um marco protegido por lei, o que significa que a estrutura, do palco ao balcão, teve que ser movida sem sofrer sequer uma rachadura no delicado gesso que adorna tetos, arcos e camarotes, numa delicada operação de engenharia estrutural.

Vista leste pela 47th Street da Times Square em 1920. O Palace Theatre Building é o edifício alto no centro-direita. Copyright 1920 by American Studio, N. Y. / Palace Theatre / 500″. American Studio, via Wikimedia Commons.
Engenharia cuidadosamente calculada

O desafio de engenharia foi supervisionado pela Urban Foundation and Engineering, com especialistas na escavação e fundação de complexos edifícios.

Parte interna do palácio e lado externo da obra em construção. Imagens de: L&L Holding Company e TSX Broadway.

Na obra, uma equipe de 36 trabalhadores primeiro reforçou o teatro adicionando uma camada de concreto de 1,80 metros de espessura ao redor da borda da base. Depois, foi necessário afundar 34 colunas a 9 metros de profundidade no leito rochoso de Manhattan abaixo dela.

Encaixando-se perfeitamente nas colunas, vigas menores que podiam se mover para cima e para baixo foram instaladas. Macacos hidráulicos gigantes foram então instalados, com braços que se estendiam para cima, e foram colocados sob colares em cada viga.

Quando os macacos foram ligados, eles empurraram os colarinhos para cima, e o teatro com eles.

Depois que os braços dos macacos foram levantados apenas cinco polegadas, os trabalhadores pararam o elevador, prenderam o teatro em sua nova altura, ajustaram os colares e os prenderam com parafusos grandes, reposicionaram os macacos e reiniciaram todo o processo.

Foram 4 meses de trabalho para erguer a estrutura de 7.000 toneladas, e o teatro atingiu o auge de sua nova altura em 5 de abril desde ano, com a nova posição de 9 metros acima do nível da rua, onde estava anteriormente.

Palco e local dos assentos preparados para serem erguidos. Imagens de: L&L Holding Company e TSX Broadway.
Mezanino e camarotes no interior do Palácio em preparação para serem levantados, em dezembro de 2020. Imagens de: L&L Holding Company e TSX Broadway.
Construção debaixo do teatro preparando-o para ser levantado, em 2020. Imagens de: L&L Holding Company e TSX Broadway.
Detalhe de um dos sistema de macaco hidráulico. Imagens de: L&L Holding Company e TSX Broadway.
Nova parte aberta do saguão, logo abaixo do teatro recém erguido. Imagens de: L&L Holding Company e TSX Broadway.

O trabalho agora será focado na restauração do teatro, cuja nova posição elevada abriu caminho para quase 10 mil metros quadrados de espaço comercial na base da estrutura.

Em suma, o projeto TSX Broadway será, no final, uma torre de uso misto com os 46 andares que estão em construção desde 2019.

Este projeto custou, ao todo, US$ 2,5 bilhões, e manteve 25% da estrutura existente do local, que incluiu 16 andares do que havia sido um hotel DoubleTree, e o Palace Theatre, agora, 9 metros mais alto.

Neste vídeo divulgado pela CNN, é possível ver o Time-lapse dos 4 meses de içamento do Palácio, nessa incrível obra de engenharia.

Fonte: NYtimes e blogcanaldaengenharia

By |2022-06-07T17:06:22-03:00junho 7th, 2022|Architecture, Construction, Economy, Engineering|